Logos | Preparatório para concursos

BLOG

Home > Blog > Presidente do TJ RJ quer abrir novo concurso

as Notícias

Presidente do TJ RJ quer abrir novo concurso

O novo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (Concurso TJ RJ), o desembargador Claudio de Mello Tavares, anunciou a intenção de realizar um novo concurso público para o órgão, mas informou que antes vai convocar os 190 aprovados no último certame realizado em 2014. A informação é do jornal O Dia. 

 
O presidente informou que quer convocar os aprovados até maio. “Nós temos um concurso ainda com prazo de validade. Mandei fazer um estudo para saber o impacto na folha por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal. Deste concurso pretendo, no momento, convocar 190”, conta a autoridade.
 
Atualmente o TJ RJ tem um número elevado de vacâncias relacionadas a servidores. No total, são 3510 cargos vagos. Segundo o último levantamento, realizado em dezembro de 2018, os dois cargos acessíveis por meio de aprovação em concursos públicos, Analista e Técnico, são os mais afetados. A carreira de Técnico atualmente possui 890 cargos vagos.
 
Os números para Analista são ainda maiores. O mesmo levantamento aponta para um total de 2620  cargos vagos na área. O órgão também possui atualmente 554 vacâncias em cargos de comissão e funções de confiança.
 
Com o déficit de servidores aumentando a cada ano por conta das aposentadorias, Claudio de Mello quer um novo concurso para o órgão. “Acho também razoável que se faça um novo concurso para aquelas pessoas que estão estudando tenham oportunidade. Até o final do ano, haverá serventuários (Técnico e Analista Judiciário) e também para a magistratura como foi anunciado pelo então presidente Milton Fernandes de Souza”, completa o presidente do TJ RJ.
 
 
Último concurso TJ RJ
 
O último certame aplicado pelo órgão ocorreu em 2014 e ofertou 90 vagas para o cargo de Técnico. A exigência era escolaridade de nível médio. A remuneração inicial do cargo foi em torno de R$ 4,3 mil, já incluindo os benefícios, com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.
 
A prova objetiva foi composta por 100 questões de múltipla escolha, cada uma com cinco alternativas. Você confere abaixo a distribuição de questões por matéria:
 
Língua Portuguesa – 30 questões
 
Raciocínio Lógico Matemático – 10 questões
 
Noções de Direito Administrativo e Constitucional – 10 questões
 
Noções de Direito Processual Civil – 15 questões
 
Noções de Direito Processual Penal – 15 questões
 
Noções de Custas Judiciais – 10 questões
 
CODJERJ, Consolidação Normativa e Legislação Complementar – 10 questões

Outras notícias

ver todas

Central de atendimento

Fale com o Logos

Rua Santo Antônio, 437 - Centro

Juiz de Fora - MG


Veja aqui como chegar